P’ra Começar…

 

 

 

 

 “…quem vai colar os tais caquinhos, do velho mundo…quem vai?” (Marina Lima)

 

 A última vez que contei meus perfumes… eles formavam uma linda, feliz e cheirosa  comunidade de 42 frascos que habitavam os espaços outrora vazios do meu armário. Isso sem contar os sem teto, pretendentes a acupantes das futuras vagas disponíveis assim que um dos habitantes mais velhos se esvaziasse. Falo daquelas miniaturas, dos protótipos que as vendendoras nos dão como estratégia da arte de vender aquilo que ainda nem chegou no mercado, mais que já vem batizado de sucesso garantido. Acho que se meu armário fosse hotel, seria considerado de alta rotatividade, dado as constantes mudanças na sua população. Pois bem, uma amiga, horrorizada com meu exgero, disse assim, na lata…sem pena e sem dó…que eu era uma mulher totalmente volúvel e sem personalidade. Que cheiro é que nem casamento…a gente tem que ser fiel até o fim dos dias… e que uma mulher deve ser lembrada pelo cheiro…que o cheiro traz lembranças de momentos que ficarão eternizados em nossos corações…essas coisas. Quase, mas quase que ela conseguiu me fazer sentir uma pontinha assim, bem pequenininha de culpa pela tal infidelidade. Mas a coisa não funcionou…continuo volúvel às paixões e sempre cheirosa. Cè la Vie!!! Ela se foi e eu fiquei sozinha com uns caquinhos de pensamentos espalhados pelo ar. Seguindo as conclusões de algum filósofo importante, que não me lembro agora quem era, mas que fez questão de dedicar sua vida à importante tarefa de provar que quem inventou o trabalho era um desocupado e cansado  daquela vida chata de liberdade absoluta, resolveu disseminar a idéia entre os outros felizes desocupados…e pronto…o estrago foi feito. Agora pergunta se ele viveu tempo suficiente pra ver o que aconteceu depois!!!! Ok!!! E assim como o trabalho nascera do ócio, meus pensamentos nasceram do espaço por ele deixado. Esse blog portanto, nasceu assim… do nada. Não do nada de não fazer nada, que isso fique bem claro. Tá pensando o quê? trabalho e muito. O que quero dizer, é que ele nasceu do nada deixado pelo vazio real, pela mente super populada de incertezas, mas igualmente super populada de esperanças. Pensando nisso, resolvi fazer renascer das cinzas todos os meus antigos projetos de sonhos ou sonhos projetados, sei lá… e reuní-los num mesmo lugar. Assim como todos os meus amores e paixões: música, poesia, um bom dedo de prosa, um bom café, uma boa leitura, uma boa dica, uma boa viagem… lindas imagens, boas lembranças dos momentos vividos…enfim, uma boa vida!!! Aí pensei… mas não é que cabe tudinho aqui!!! Vou chamar a galera!!!

 

“… sonho meu…vai buscar quem mora longe…sonho meu…”

 

 E não é que veio todo mundo. Sonhos adormecidos, esperanças renovadas, alegria descompassada, expectativas… tá todo mundo aqui. Também vieram todas aquelas personalidades que fazem de cada um de nós um ser, único, singular e universal. A amante das artes, dos cheiros, dos lugares… Talvez essa minha vulnerabilidade ao efêmero, ao inusitado, ao prazer imediato, à alegria, ao sonho… faça de mim esse ser incapaz de amar pedaços… Meu amor segue uma dieta “engordiet”. Talvez por isso mesmo, não consigo ficar quieta num pedaço de chão. Quero voar sempre. Quero experimentar dos pedaços, dos gostos e dos cheiros do mundo e da vida que gira ao seu redor. Não. Não consigo andar de mãos dadas com a costa brasileira, sem dar uma picadinha, assim de rabo de olho, para o charme da Nova Inglaterra, ou fazer um charminho para o oceano pacífico. Minha querida amiga tem toda razão. Sou definitivamente uma mulher sem personalidade. Infiel, volúvel e movida à paixões. Sou adoravelmente infiel e dou asas a todas as mulheres, meninas e moças que me habitam para que se permitam serem seduzidas pela beleza e magia desse mundo.

 

“(…) voa coração… E não esqueça de trazer força e magia…o sonho, a fantasia… e alegria de viver (…)”

 

Alguém aceita um cafezinho? Sinta-se à vontade e embarque nessa viagem junto comigo.

 

5 comentários sobre “P’ra Começar…

  1. Kaline disse:

    Querida irmã,penso que: ariana ou não , volúvel ou não, infiel ao não, sem personalidade ou não, voce é sim representação da mais indubitável forma de ser, de viver o estar e não, de estar no viver. Voce é , assim como eu bem sei o que sou, a mais pura forma do ser que quer, de querer ser o que exala, visto que o que exala é o mundo, de mochila e sem rótulos. E ser fiel ao que teu corpo exala, que é pura vida, é cheirar o mundo como um todo, e não, em pedacinhos.
    BEIJOS

  2. sue disse:

    amigaaa….
    ameiiiii…..
    o melhor d td isso?
    e saber q eu estou partilhando esse momento c vc…
    te amu nega da minha life…

  3. Sandrinha minha princesa.. seus escritos exalam o perfume do amor ao próximo.Sua escrita cresce a cada dia e floresce em cada linha.. beijos minha linda.. te adoro amiga querida. rosa

  4. sandramara05 disse:

    Majô do Céu!!!! Vc me descobriu aqui!!!!

    Adoroooooooo…andar cheirosa!!! rsrsrs…só não consigo ser fiel mesmo aos perfumes!!!!! rs

    Ah! Obrigada pela visita e pelo carinho! Esse blog estava jogado às moscas… vou ver se tiro a poeira do esquecimento… Bjkas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s